Notícias dos Animais

7/JUL /2014Castração reduz risco de infecções e chances de desenvolvimento de tumores 

Castração reduz risco de infecções e chances de desenvolvimento de tumores

Sinônimo de saúde e bem-estar, a castração de cães e gatos é um procedimento que oferece benefícios para machos e fêmeas. Nos machos, a cirurgia previne tipos de câncer como o de próstata e testículos; nas fêmeas, reduz o risco de infecções, e previne o câncer de útero e mama.As fêmeas operadas antes do primeiro cio têm apenas 0,05% de risco de desenvolver um tumor, destaca a médica veterinária do Cães & Gatos Centro Veterinário, Isabel Cristina Cunha. "Entre o primeiro e o segundo cio, a ameaça sobe para 8%. Depois do segundo cio, para 26%. Por isso, sempre indicamos a cirurgia de castração precoce".

O ideal, segundo Isabel, é que as cadelas e gatas passem pelo procedimento antes do primeiro cio, que ocorre a partir do sexto mês de vida. Os machos também podem ser castrados a partir desta idade.

Mudança no comportamento

Além das vantagens para a saúde, em alguns casos a esterilização pode mudar o comportamento do animalzinho, tanto gatos como cachorros. A agressividade e a agitação tendem a diminuir. Os machos podem deixar de urinar nos cantos da casa – como fazem alguns para delimitar território – ou pelo menos diminuir esse hábito. "Mas as mudanças não acontecem para todos, alguns animais mantêm os mesmos comportamentos", explica a médica veterinária.

Com a castração, alguns animais tendem a ficar mais preguiçosos e a ganhar peso. Por isso, a dica da veterinária Isabel é redobrar os cuidados com a alimentação dos animais e, além da dieta, incentivar a prática da atividades físicas.

Segura e confiável

Antes da realização da cirurgia os profissionais do Cães & Gatos Centro Veterinário repassam todas as informações aos tutores, solucionando as dúvidas existentes em relação ao pré e ao pós-operatório.

Os animais passam por exames de sangue pré-cirúrgicos e avaliação clínica. A cirurgia realizada nas fêmeas é chamada de ovariosalpingohistectomia, nos machos, orquiectomia.

Pré-operatório

Antes do procedimento o animal precisa de jejum alimentar de no mínimo oito horas, e hídrico, de pelo menos duas horas.

Cuidados pós-cirúrgicos

Após a cirurgia é necessário manter curativo local, que precisa ser refeito diariamente até a retirada dos pontos, como forma de proteção. Também é necessária a utilização de colar elisabetano, ou roupa cirúrgica, para evitar que ele mexa no local do curativo. É preciso evitar exercícios que exijam muito esforço, como os pulos. As caminhadas estão liberadas.

  • Nenhum comentário
  • Envie seu comentário

 

 

 

 

 

Rua Fernão Dias, 1281 | Vila Adileta, Assis - SP | 18 3323-4355 / 3323-8048 / 9705-7964

© Cia das Patas - Pet Shop e Clínica Veterinária

Desenvolvimento: Key Webmarketing