Notícias dos Animais

29/AGO /2014Cachorro Dálmata é mutilado por assaltantes e morre na Serra, ES 

Foto: Divulgação

Um cão foi mutilado por criminosos que invadiram a oficina onde ele ficava, na madrugada de quarta-feira (27), no bairro São Diogo, na Serra, Espírito Santo. O animal que morava no lugar acabou sendo alvo da brutalidade dos criminosos. Eles levaram mais de R$ 4 mil em ferramentas e peças. Antes de deixarem o local, ainda cortaram os testículos do cachorro.

Os suspeitos invadiram a oficina durante a madrugada. Eles quebraram o cadeado do portão principal da oficina. Depois de entrarem no pátio, os bandidos quebraram outros quatro cadeados que protegiam as portas de acesso ao escritório, ao depósito de peças e ao de ferramentas. Os proprietários acreditam que o prejuízo ultrapasse R$ 4 mil. O valor, porém, pouco importou aos donos quando viram o que os criminosos haviam feito ao cão que vivia no local.

Por ser uma área grande, os donos deixavam na oficina o cachorro Alemão, da raça dálmata. "É um cão dócil, super carinhoso com todos nós. O trouxemos para a oficina há quatro anos. Não sei porque fizeram uma covardia dessas com ele, não consigo acreditar nisso", contou uma funcionária, 29 anos, que pediu para não ser identificada.

O animal teve os testículos cortados pelos criminosos. Alemão foi encontrado ensanguentado, no meio do pátio da oficina, por volta das 6h30, quando os primeiros funcionários chegaram ao local. "Pegamos o Alemão no colo e o levamos para uma clínica veterinária. Estou muito triste com isso, não tem como não se apaixonar por ele", desabafou a funcionária.

Luta pela vida

O dálmata Alemão foi levado para a Centro Veterinário do Espírito Santo (Ceves), em Eurico Salles, na Serra, onde passou por uma cirurgia. Infelizmente, à noite, o cão não resistiu à violência sofrida e morreu. "Foi brutal. Com certeza, mais de duas pessoas fizeram essa violência com ele. Utilizaram uma faca ou estilete afiado e o corte foi grande. Ele sofreu uma laceração grande na região escrotal e perdeu muito sangue, foi uma violência imensa e desnecessária. Poderia até ter morrido, antes de chegar aqui. Alemão foi muito forte", destacou o anestesista veterinário Guilherme Figueira.

O dálmata passou por uma cirurgia e chegou a ter parada cardíaca durante o procedimento operatório, mas conseguiu sobreviver. Durante a cirurgia, o cão ainda teve sangramento intestinal, o que levou o anestesista a acreditar que Alemão possa ter sido envenenado pelos criminosos.

No final do dia, o cachorro foi levado pela médica veterinária para outra clínica, onde acabou morrendo à noite.

  • Nenhum comentário
  • Envie seu comentário

 

 

 

 

 

Rua Fernão Dias, 1281 | Vila Adileta, Assis - SP | 18 3323-4355 / 3323-8048 / 9705-7964

© Cia das Patas - Pet Shop e Clínica Veterinária

Desenvolvimento: Key Webmarketing